NOTÍCIAS

Educação

Região Sudeste ganha Colégio Militar no Parque Atheneu

O sonho da comunidade era antigo. Pais e líderes comunitários da Região Sudeste buscaram o apoio do deputado Virmondes Cruvinel Filho (PSD) e, enfim, conseguiram a vitória: o Colégio Major Oscar Alvéolos será transformado em instituição militar de ensino, oferecendo formação integral, cidadã e cívica às crianças e jovens do Parque Atheneu e bairros adjacentes, no Sudeste da capital.

Após receber o pedido de lideranças da Região Sudeste, Virmondes atendeu prontamente, levando a demanda às autoridades responsáveis, como o secretário de Segurança, Joaquim Mesquita; o comandante geral da Polícia Militar (PM), coronel Sílvio Benedito Alves; e o comandante de Ensino da Polícia Militar do Estado de Goiás, coronel Júlio César Mota Fernandes; entre outras.

Com o aval da Secretaria de Educação e dos representantes da PM, Virmondes pegou o autorizo do governador Marconi Perillo, que determinou o envio da mensagem para a Assembleia Legislativa – o primeiro passo para a implantação do novo Colégio Militar, na Região Sudeste.

 

IMG-20151110-WA0022

 

O deputado também esteve na Casa Civil, onde recebeu a missão de articular e aprovar a matéria junto ao Poder Legislativo, trabalho que já começou a fazer, buscando o apoio dos colegas parlamentares, no sentido de garantir celeridade ao processo.

 

CasaCivilColégioMilitarPqAtheneu

 

“A população da Região Sudeste pode aguardar para 2016 a instalação do Colégio Militar no Parque Atheneu. Será mais uma opção de ensino de qualidade, como tanto desejou a comunidade local. Como cidadão e representante da Região, me sinto muito feliz com mais essa conquista; como parlamentar e parceiro, fica a certeza do dever cumprido”, destaca Virmondes.

 

Cidadania

 

Os Colégios Militares do Estado de Goiás têm como missão desenvolver um trabalho participativo, voltado para um ensino de formação integral do aluno, visando ensino de qualidade, preparando-o para o exercício consciente do civismo e da cidadania, tornando-o cumpridor de seus deveres e amparado pelos seus direitos, mediante a orientação e a formação do aluno para o mercado de trabalho.

Estas instituições de ensino possuem uma estrutura diferente dos demais colégios da rede pública ou particular do Estado: seguem os mesmos procedimentos dos colégios militares brasileiros, sem, contudo, modificar os planos curriculares estabelecidos pela Secretaria da Educação.

O conteúdo programático dos colégios militares seguem os PCNs – Parâmetros Curriculares Nacionais e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), só diferindo na disciplina Noções de Cidadania, que abrange ordem unida, orientações básicas de trânsito, meio ambiente, prevenção às drogas, educação religiosa e até etiqueta social.

O reflexo de tanto esforço e dedicação do corpo docente, militares e funcionários dos colégios militares se percebe tem no alto índice de aprovação dos seus alunos nos vestibulares e exames de avaliação propostos pelo Ministério da Educação (MEC), além da grande procura da sociedade por vagas nessas unidades.